Teatro

“RETRATOS  DO BRASIL” 

Uma  Viagem Pela Música Brasileira 

Claus e Vanessa & Tribo de Jah

 

Claus e Vanessa 

A parceria na vida e na música, a potência vocal de Vanessa e o swing do violão de Claus são o segredo do sucesso dessa grande revelação da música nacional. Com mais de 3.000.000 views no Youtube, a dupla é um estouro na internet em 2006, com a canção “Medo de amar”(tema de Malhação, da Rede Globo). Lançaram o primeiro Disco independente e logo em seguida assinaram com a gravadora Universal, vendendo mais de 15 mil discos. O casal ganhou o carinho e a admiração da apresentadora Ana Maria Braga, no especial de fim de ano do programa Mais Você. Em 2010 a Dupla Pop lançou o CD “Dois”, com os hits “Não me esqueceu”, “Sentimento Vai Além” e “Cai a Chuva”. Nesse mesmo ano, eles foram convidados para o Brazilian Day, em Nova York. Foram os primeiros artistas gaúchos a participarem do evento. O DVD é último trabalho lançado em 2012 pela gravadora Som Livre. É o resultado de uma mescla dos hits desses dois discos, apresentados em um show especial para convidados, que reuniu mais de 3.000 pessoas. O primeiro registro oficial de imagens da Dupla que consagra um momento de muita emoção na carreira deles. “Summer Love” é o grande destaque deste lançamento. Um sucesso aqui no Brasil assim como foi no verão de 2012 na Europa, eleita a música do verão pelas maiores rádios do país. Em Portugal a canção já teve mais de 400.000 mil acessos no Youtube em 3 meses. Em fevereiro de 2012 voltam para Portugal para dar continuidade na carreira internacional. Em 2013 lançaram o segundo DVD com o single que abre o trabalho: “O Som do Mar”, com clip gravado no Hawaii, onde se casaram e fizeram show no Hard Rock de Waikiki, onde a música também tocou nas rádios.  O Pop Duo está completando 17 anos, com uma média de 10 a 15 shows por mês.

Esse ano se preparam para mais uma tour na Flórida, e estão fechando uma  parceria com o Canal Brazil TV de Orlando. A Flórida Brasil FM já esta virando a faixa na segunda música, consolidando uma parceria ótima para alavancar a carreira na Flórida.

 

Tribo de Jah

A história da banda Tribo de Jah iniciou-se na Escola de Cegos do Maranhão, onde, se conheceram os quatro músicos cegos e um quinto músico com visão parcial (apenas em um olho), lugar em que viviam em regime de internato, começaram a desenvolver o gosto pela música improvisando instrumentos e descobrindo timbres e acordes. Posteriormente passaram a realizar shows nos bailes populares da capital (São Luiz) e outras cidades do interior do estado fazendo covers de seresta, reggae e lambada.

Foi neste momento que surgiu o radialista Fauzi Beydoun, nascido em São Paulo, filho de italianos com libaneses, que já havia morado quatro anos na Costa do Marfim (África), grande aficionado pela cultura reggae a qual era efervescente em São Luis nos anos 80, e que se tornou um fenômeno quase inexplicável nas terras brasileiras do Maranhão, invadindo inicialmente os guetos para depois tomar toda cidade, o interior do estado e até os estados vizinhos.

O reggae viria marcar profundamente a já tão forte e original cultura maranhense, contestado por uma minoria de intelectuais conservadores e abraçado pela grande massa, que através desse estilo musical originaria o título de “JAMAICA BRASILEIRA” à capital do Maranhão. Centenas de clubes de reggae com suas “radiolas” (potentes equipamentos de som que se encarregavam de divulgar o ritmo quando ainda não era tocado nas rádios) e depois diversos programas de rádios que finalmente viriam aderir o mesmo em busca de audiência justificariam largamente o título conquistado. Foi neste cenário que a Tribo de Jah deu a partida para difundir o seu reggae roots até os ossos, com suas mensagens de amor e paz, políticas sociais e divinas, as quais afastaram das grandes gravadoras, as rádios não tocavam, a TV tampouco informava e os jornais faziam vistas grossas. De forma independente a Tribo de Jah foi fazendo shows e divulgando seus discos, hoje conta com uma gravadora e uma distribuição a nível nacional.

Passados dez anos de trabalho com direito a uma escala no principal palco do reggae mundial (REGGAE SUNSPLASH FESTIVAL – JAMAICA 95), após ter se apresentado nos quatro cantos do país (de Belém a Porto Alegre, passando pelo Canecão e Metropolitam – Rio, Palace e Olímpia – São Paulo) e alguns pontos internacionais (Buenos Aires – Argentina, Caiena – Guiana Francesa, além de shows na Europa em países como a França e Itália) denotam o momento muito especial no caminho que a Tribo de Jah vem trilhando para um inevitável reconhecimento de seu trabalho tanto no Brasil como no exterior.

Data: 30/11/2018

Como chegar